"@context": "http://www.schema.org", "@type": "WebSite", "name": "Cidadania portuguesa", "alternateName": "nacionalidade portuguesa", "url": "http://www.cidadania-portuguesa.net" } IMOBILIÁRIO | Cidadania Portuguesa

Direito Imobiliário

Investimentos imobiliários em Portugal

Embora muitas pessoas nunca dêem muita importância ao direito imobiliário, essa é uma área que direta ou indiretamente afeta a maioria de nós todos os dias.

Se somos proprietários, arrendatários, proprietários, vendedores ou estamos no mercado a comprar imóveis para fins de rentabilização dos nossos activos ou para outros fins, o labirinto de leis, regras e regulamentos relacionados ao direito imobiliário têm um efeito direto em nossa vida.

É frequente assistir-se a péssimos negócios por uma diferença inferior a 100 metros na mesma rua.  O que parece ser por vezes um excelente negócio pode vir a tornar-se uma grande dor de cabeça.

Um escritório de advogados especializado nesta área, não só assegura os seus clientes de toda a legalidade do acto, como tem a obrigação de aconselhar sobre a transação em si.

"As grandes oportunidades não se encontram quando o queremos, mas sim quando menos esperamos. Todos o sabemos, mas poucos o seguem."

O investimento imobiliário em Portugal encontra-se actualmente como uma das grandes oportunidades dos investidores do sector.

Um dos grandes motivos desta decisão e procura, se deve ao facto deste país, apesar de ter passado por uma crise financeira grave, este sector nunca ter desvalorizado os seus activos , tendo-os mantido sempre seguros.

Á mais de 30 anos que o investimento em imóveis neste país sempre foi um investimento seguro, tendo acrescentado sempre mais-valias, razão pela qual, hoje em dia, este país já passou da “moda” no conhecimento dos investidores, para se tornar numa realidade consistente neste sector de investimento, encontrando-nos a assistir a uma procura muitas vezes superior á sua oferta.

Segundo um estudo efetuado em 2017, os imóveis que foram transacionados, não demoram mais de 6 meses a serem adquiridos, sendo que uma parte significativa das transações que se efetuaram nesse ano, nem chegaram a entrar no "mercado imobiliário".

No entanto, como sempre nestas circunstâncias, existem bons negócios inesperados, sobretudo com imóveis que ainda estão em vias de entrarem no mercado.

Um bom investimento é sempre aquele que se faz esperando pela oportunidade e não aquele que se pretende encontrar na hora que se deseja. Razão pela qual este escritório aconselha os seus clientes a transmitirem suas intensões e aguardarem a oportunidade certa do investimento.

O Golden Visa e o mercado imobiliário

Portugal, encontra-se atualmente, inserido num dos melhores países da União Europeia, para investimentos imobiliários, e pela oportunidade oferecida a estrangeiros oriundos de países fora da comunidade europeia, que podem usufruir de um Visto Especial de Residência por Investimento (Golden Visa).  Devido a esta circunstância, este sector de investimento, ficou ainda mais dinâmico. 

Os interessados que pretendem investir em imobiliário, de forma a garantira a obtenção deste Visto, deverão ter sempre em conta que o montante estipulado, para investimento Imobiliário e obtenção do respectivo Visto (Golden Visa), é de 500.000,00 euros, mas não tem obrigatoriedade de ser destinado a uma só aquisição, o que permite que este montante, possa ser repartido, por uma ou mais aquisições, podendo ser uma para utilização própria e outra para rendimento simultaneamente. Infelizmente nos grandes centros urbanos essa situação se torna mais difícil de concretizar, mas nem sempre é a mais lucrativa.

Os aposentados estrangeiros e o mercado imobiliário.

Os aposentados oriundos de países terceiros (não comunitários), não se encontram sujeitos a estas normas, não havendo necessidade de qualquer investimento imobiliário para obterem o seu cartão de residente, podendo desta forma, se entenderem, aquirir qualquer imóvel, alheando-se a esta imposição,  desde que comprovem que têm meios de subsistência, para garantirem o cartão de residente.

+ Notícias relacionadas

Este Site tem mais informação visto em Desktop